Nem sempre as refeições principais são suficientes. Em muitos casos, é até recomendável, por questões de saúde, comer mais vezes ao longo do dia. Seja porque você precisa ou porque bateu aquela fome, neste artigo você vai entender como os lanches saudáveis são aliados em busca de uma rotina surreal.

Nós ainda vamos te mostrar porque a BOLD Thin deve estar entre os alimentos dessas pequenas refeições intermediárias.

Venha com a gente e se surpreenda!

Lanches entre refeições para emagrecer

Sim, comer ajuda a emagrecer. Como sempre ressaltamos, a privação não é solução para perda de peso. Ao ficar muito tempo sem se alimentar, o corpo estoca energia como instinto de sobrevivência, um mecanismo bem primitivo.

Ao comer, o mecanismo é oposto. A termogênese, queima calórica, é estimulada. Claro que se excedermos a quantidade de calorias que precisamos diariamente não iremos perder peso. Mas a ideia é fracionar as refeições para saciarmos nossas necessidades sem abusos.

Menos fome nas refeições principais

Você já entendeu que deixar de comer não é solução para perder peso. Além de estimular o organismo a queimar calorias, os lanches saudáveis não deixam que cheguemos às refeições principais com tanta fome. 

Dessa forma, a tendência é que coloquemos menos alimentos no prato. No final do dia, o seu balanço calórico provavelmente apresentará déficit, caso coma de maneira consciente, com lanches saudáveis entre as refeições.

Escolher bem os alimentos é fundamental para que a estratégia funcione para perda de peso saudável e sustentável, mostraremos como realizar essa escolha nos tópicos adiante.

Alcance os aportes de nutrientes diários

Muito mais do que equilíbrio ou déficit calórico, você deve buscar atingir a quantidade recomendada de macro e micronutrientes. Só dessa forma você conseguirá uma boa saúde. Os lanches saudáveis entre as refeições devem ser bem escolhidos para que tragam boas substâncias para seu organismo.

Frutas e castanhas são excelentes fontes de micronutrientes, ou seja, vitaminas e minerais. Eles também têm fitoquímicos como antioxidantes.

Também é fundamental pensar em opções com macronutrientes - proteína, fibras, gorduras e carboidratos - para ter uma boa saúde. As barrinhas de proteína BOLD Thin são ideais, como iremos mostrar ao longo do artigo.

Adquira energia

Já diziam nossas avós: “Saco vazio não para em pé”. Elas são a voz da sabedoria, ao longo do dia, por mais que sua rotina não demande grandes exercícios, energia é fundamental até mesmo para pensar. As tão mal faladas calorias fornecem-nas para nós. Há quem pense que deva aguentar até o horário do almoço e jantar, mas não é bem assim. Essas grandes refeições nem sempre são suficientes para realizarmos nossas atividades diárias.

Uma queda de glicose no sangue pode te levar até a ter mal-estar. A falta de energia e nutrientes também influencia a pressão arterial, quando baixa, causa suor, desânimo, desmaio e vômitos.  

A fome deve ser entendida como um sinal de que o corpo precisa de alimentos. Não a ignore, combinado?

Lanches saudáveis são ainda mais importantes para essas pessoas

Fracionar as refeições é uma excelente opção para todos. Como mostramos, os lanches saudáveis podem ajudar até a emagrecer. No entanto, há algumas pessoas que se beneficiam ainda mais desses lanchinhos por questões de saúde e demanda de energia.

Diabéticos

A oscilação da glicose é mais comum em diabéticos. Por isso, fazer refeições pequenas e intermediárias é uma boa estratégia para manter os níveis necessários da substância no organismo. Muitos até carregam alguns alimentos para consumo rápido em caso de crises. Para essas pessoas, é sempre recomendado consultar o médico que o acompanha para saber quais os alimentos permitidos. 

Pessoas com gastrite

É recomendado comer de forma fracionada para evitar que o ácido liberado no estômago entre em ação com o órgão vazio. Os lanches saudáveis também evitam que a pessoa com gastrite coma de forma exagerada nas refeições principais. Volumes maiores de comida são digeridos de maneira mais difícil pelo estômago de quem sofre com o problema.  

No caso de quem sofre com gastrite, recomenda-se ingerir alimentos anti-inflamatórios (frutas, verduras, alimentos integrais) e ricos em antioxidantes (frutas e vegetais) para ajudar na saúde estomacal.

Probióticos também são excelentes, pois contêm micro-organismos benéficos para a flora intestinal.

Pessoas com refluxo

Quem tem refluxo sabe que o problema piora quando ingere grandes quantidades de comida. Fica ainda mais difícil se os alimentos são prejudiciais para a pessoa com refluxo. 

Normalmente, estão na lista produtos lácteos, gordurosos e ácidos. As refeições fracionadas ajudam a controlar o volume  ingerido. Assim, as possibilidades de passar mal são menores.

Quem tem glicose mais baixa

Se você tem histórico de quedas de glicose, precisa de estratégias para mantê-la em bons níveis no sangue para não passar mal. Os lanchinhos são ótimos para isso. Optar por alimentos saudáveis traz ainda mais benefícios para você. Além de não passar mal, você nutre bem o seu corpo e desfruta de todos os benefícios dessa atitude.

Quem tem rotina intensa fisicamente

Trabalhar em serviços que demandam esforço físico, treinar e outras atividades demandam um corpo bem nutrido e com energia. Deixar para se alimentar apenas nas refeições principais pode deixá-lo mais cansado, levar a deficiências nutricionais a longo prazo e muitas outras consequências.

Por que a BOLD Thin é perfeita para lanches saudáveis entre as refeições?

A BOLD Thin é um dos alimentos mais práticos e recomendados para o seu lanche saudável.

Macronutrientes em equilíbrio

Proteína, carboidrato, gordura e fibras devem ser consumidos em grandes quantidades porque são fundamentais para o bom funcionamento do corpo. Embora terroristas nutricionais façam campanha contra carboidrato e gorduras, por exemplo, você precisa deles nas quantidades corretas. Também é preciso escolher carboidratos e gorduras de qualidade.

Lembrando que os carboidratos devem representar de 50 a 60% das calorias diárias. Já as gorduras devem ser 30%. São valores de referência recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Você também precisa de 1,5 gramas de proteína por quilo diariamente. A quantidade mencionada é indicação na literatura científica, como conta o engenheiro de alimentos da Bold, Guilherme Abid.


Mas, de acordo com ele, tão importante quanto consumir boas quantidades de proteína é escolher alimentos em que carboidrato, gorduras e fibras estejam em equilíbrio. Na BOLD, você encontra esse balanço.

Lanche na medida

A BOLD Thin tem 40 gramas, do tamanho da fome que costuma aparecer entre as refeições. Não é grande nem pequena, mas na medida.

Boa saciedade

Você não deve analisar apenas o tamanho do seu lanche para entender se ele vai te deixar satisfeito. A composição é fundamental. A proteína é digerida de forma mais lenta pelo organismo. Assim, alimentos proteicos, como a BOLD Thin, saciam bem.

Bom aporte proteico

Atingir a quantidade diária de proteína não é tarefa fácil. Mas com as barrinhas BOLD Thin você fica mais próximo dos níveis recomendados. São de 11 a 13 gramas em cada barrinha, depende do sabor.

Sabor sem medidas

Lanche saudável não precisa ser sinônimo de comida sem graça. A BOLD Thin comprova isso. Ela parece mais um de nossos chocolates favoritos. Aliás, a inspiração veio deles. Quando você comer, vai ver que não estamos puxando sardinha para nosso lado, mas falando a verdade.

Compre sua BOLD Thin para lanches saudáveis

Além das frutas, castanhas, sanduíches naturais, adicione a BOLD Thin aos seus lanches saudáveis. Escolha entre Trufa de Morango, Cookis & Cream, Caramelo & Amendoim ou Bombom de Coco. Se ficar difícil, leve nossa caixa mista, com um pouco de cada.   

Compre em nossa loja virtual: https://www.boldsnacks.com.br/collections/bold-thin 

11 de maio de 2022 — Talita Camargos

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados