Sabia que em apenas três dias sem treinar o corpo já sente os efeitos? O descanso faz parte, mas quem deseja fazer do exercício físico um estilo de vida deve ficar atento à constância nos dias sem trabalho. A rotina não precisa ser igual a de quando você está na ativa. Aliás, adaptar os treinos aos dias sem bater ponto vai ajudá-lo a manter-se ativo e até a fazer do exercício uma programação divertida nas férias. 

Vamos mostrar o porquê tentar ficar ativo é tão importante e como se movimentar quando você estiver viajando ou apenas em casa ou no sítio descansando. 

O que acontece quando paramos de treinar? 

Já ouviu a frase de que o corpo não foi feito para ficar parado? Parece ser verdade, já que nossos músculos, resistência e até humor sentem rápido a inatividade, também conhecido como destreino, tecnicamente. 

Força menor em 72 horas 

“A partir de 72 horas sem ser estimulado com exercícios, o organismo e a musculatura do atleta já começam a sofrer mudanças fisiológicas que provocam a perda de resistência e força”, explicou Marcello Butenas, ex-triatleta profissional e educador físico pela Universidade de São Paulo (USP) ao Viva Bem, da Uol.

É, sabe aquela dificuldade de voltar aos treinos depois de um feriado prolongado? A explicação do Marcello justifica porque é tão complicado retomar a rotina de atividades físicas.

Perda de resistência em 12 dias

Um estudo publicado no Journal of Applied Physiology mostra que reduzimos o Vo2máx (indicador de capacidade aeróbica) em 7% após 12 dias apenas. Isso significa que não faremos os exercícios aeróbicos com tanta facilidade quanto antes. 

O Vo2máx é medido em um exame na esteira ergométrica, equipamentos e avaliação de um profissional. 

Aumento da frequência cardíaca em um mês

Se você tem um mês de férias e pretende fazer o mínimo de atividade física vai aumentar até mesmo sua frequência cardíaca em repouso. A informação é de Diego Leite de Barros, fisiologista do Hospital do Coração e diretor da DLB Assessoria Esportiva. Ele também afirma que a perda de força e resistência continua, de forma ainda mais acentuada. A explicação é que a capacidade do sistema circulatório irrigar os músculos fica prejudicado, pois chegará menos oxigênio e nutrientes a eles. 

Exercícios na praia 

Pé na areia, água de coco e várias opções para manter-se ativo. Na praia, a grande vantagem é poder se mexer brincando. Do ponto de vista físico, é interessante mudar os estímulos, isso evita o efeito platô, quando o organismo para de responder a estímulos porque o corpo está adaptado ao treino ou esporte. 

Corrida na areia 

Se você já corre na cidade, fazer uma corridinha perto do mar será uma delícia. Você encontrará um pouco mais de dificuldade, por causa do terreno diferente. Por outro lado, o seu gasto calórico será até 60% maior e o trabalho muscular também. 

Você pode ir sozinho ou acompanhado. 

Frescobol 

Esse esporte popular nas praias brasileiras é sinônimo de diversão e muita saúde. Ele permite que todo o corpo seja movimentado, o que é excelente. Por ser na areia, exige um esforço maior dos praticantes para se adaptar ao terreno irregular. Tonifica os músculos, principalmente da perna e braços. Também influencia a flexibilidade. 

Promove, ainda, integração entre os dois praticantes. 

Futvôlei 

O futvôlei é uma opção excelente para grandes grupos. Assim, você vai envolver quem está viajando com você e colocar o corpo para jogo. O gasto calórico é bastante significativo e trabalhamos principalmente os músculos das pernas e braços. 

Trilha 

No litoral, é muito comum haver trilhas incríveis. Ao colocá-las no roteiro, você ainda estará diante de paisagens maravilhosas. É uma atividade aeróbica excelente e que adiciona os benefícios de estar em contato com a natureza. É relaxante e vai proporcionar lembranças inesquecíveis. Ideal para quem ama aventura. É você? 

Exercícios na natureza 

Por falar em natureza, se seu destino é sítio ou outro local cercado pelo verde, há muitas atividades para você. De acordo com um estudo da Universidade de Chiba, estar em contato com o verde, por si só, reduz os níveis de cortisol, o hormônio do estresse. Por isso, no Japão, existe o que eles chamam de banho de floresta. 

Se você vai para um destino com muita natureza, as atividades que vamos sugerir vão potencializar sua experiência e benefícios. 

Caminhada 

Há quem chegue em um sítio e fique apenas perto da churrasqueira e piscina. Mas sair para uma simples caminhada já ajuda a movimentar o corpo e se beneficiar da natureza. Uma pesquisa da USP de Ribeirão Preto comprovou que 40 minutos de caminhada abaixa a pressão. Outros benefícios são:

- Melhoria da circulação

- Prevenção de osteoporose 

- Menor vontade de comer

- Menos sonolência 

- Sensação de bem-estar

Cavalgada 

Você gosta de cavalos ou deseja experimentar uma atividade diferente nas férias? Colocar um passeio a cavalo na programação é uma excelente opção. É uma atividade de baixo impacto, que vai trabalhar sua postura, tônus muscular e saúde mental. 

Trilha 

Assim como nas praias, no campo há algumas opções de trilha. Para quem gosta de explorar ou quer potencializar o contato com a natureza, ela é uma boa pedida. Lembre-se de ir acompanhado, usar calçados e roupas adequadas, além de andar por locais seguros. 

Treino viagem em grandes centros 

Se você escolheu ir para uma cidade turística, sem tantas opções na natureza, também existem várias formas de manter-se ativo. O segredo é se planejar e entender qual treino está mais alinhado às suas férias. 

Academia do hotel 

Se você já faz musculação, manter os treinos nas férias, mesmo menores, te trará muitos benefícios. A academia do hotel está lá por um motivo, não é mesmo? Que tal acordar uma hora mais cedo e usá-la? Atenção, só faça essa atividade se já treinar musculação há um tempo, belezinha? 

Corrida 

A corrida é um esporte flexível, é possível correr em qualquer destino, seja campo, cidade ou praia. Então, pesquise quais os locais nos quais as pessoas correm e bora treinar. É muito satisfatório correr em uma paisagem diferente do que estamos acostumados. O corpo também se beneficia ao ter que se adaptar a um novo percurso, assim, os resultados aparecem. 

Atividades no parque

Em muitas cidades, há parques. Neles você encontra bicicletas e patins para alugar. Além disso, é possível correr e caminhar no local. Exercícios como slack line também são comuns. Você também pode se informar sobre a programação do parque, frequentemente acontecem aulas coletivas gratuitas. 

Partiu pro parque? 

E aí, qual sua atividade para as férias? Leve sua Bold para dar energia no pré-treino e repor as energias quando terminar. 

Boas férias e bom treino! 

14 de janeiro de 2022 — Talita Camargos

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados