A busca incansável para se enquadrar nos padrões estéticos de beleza levam as pessoas a fazerem de tudo para alcançá-los. Desde dietas malucas e restritivas, cirurgias plásticas em diferentes partes do corpo, até o consumo de pílulas que prometem milagres. Hoje, vale tudo em nome da beleza.

Um novo procedimento que foi muito propagado por celebridades só reforça essa ideia. Intitulado como “chip da beleza”, o dispositivo promete benefícios para lá de tentadores às mulheres: acabar com a menstruação, cólicas, inchaço, TPM, aumentar a libido e tonificar os músculos. Um verdadeiro sonho, não é?

Porém, vários órgãos, instituições e profissionais de saúde fizeram um alerta sobre os efeitos colaterais desse implante que tem sido usado indevidamente e pode causar danos irreversíveis à saúde. Neste artigo, mostraremos o que é, de fato, esse chip “milagroso” e quais os riscos ele oferece.

É tão arriscado que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu propagandas de produtos à base de gestrinona. A proibição consta na Resoluçãoº 4.768, de 22 de dezembro de 2021. 

Você verá que essa premissa de beleza sem esforço não é o  caminho, tampouco, o melhor. O desejo de viver bem, feliz e saudável pode ser alcançado com métodos muito mais simples que consideram o seu bem-estar em primeiro lugar. Acompanhe!

O que é o chip da beleza?

Do tamanho de um palito de fósforo de quatro centímetros, o chip da beleza é um dispositivo de silicone (semelhante a uma haste flexível) implantado embaixo da pele, normalmente, nos glúteos ou abdômen. Apesar do nome associado à estética, a denominação correta é “implante hormonal de gestrinona”, muito usado para tratamento de endometriose e outros desequilíbrios hormonais, além de diminuir os sintomas da menopausa e pós-menopausa.

Com a premissa de “beleza sem esforço”, o dispositivo ganhou popularidade após celebridades mencionarem seus efeitos no organismo. Na teoria, o procedimento promete aumentar a libido, fortalecer os músculos, amenizar a celulite, aumentar a massa magra corporal e impedir o fluxo da menstruação, reduzindo os sintomas da TPM.

No entanto, desde a sua disseminação, diversos especialistas e instituições de saúde afirmam que o chip não proporciona essas mudanças, mas o contrário delas. O seu uso para fins estéticos pode provocar danos irreversíveis à saúde pela substância colocada no interior do dispositivo.

A verdade por trás do chip da beleza

As opiniões dos especialistas e órgãos de saúde a respeito do milagroso chip da beleza são totalmente contrárias as daqueles que o defendem. Isso porque, o dispositivo possui uma combinação de hormônios (em maior quantidade, gestrinona, um hormônio masculino semelhante à testosterona) que são liberados diariamente de forma descontrolada no corpo.

Assim, o seu uso não é recomendado para fins estéticos e qualquer outro tipo de finalidade. Em uma nota divulgada em setembro de 2021, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) afirmou que não existem dados suficientes que validem o uso do dispositivo.

“As Comissões Nacionais Especializadas de Climatério e de Anticoncepção da Febrasgo não recomendam os implantes hormonais manipulados não aprovados pela Anvisa, seja com finalidade de realizar a terapêutica hormonal da menopausa ou anticoncepção, por escassez de dados de segurança, especialmente de longo prazo”, esclareceu a Federação.

Além disso, sociedades médicas alertaram a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre os efeitos colaterais observados em pessoas que já investiram nessa tendência.

“Pele com acne e oleosidade, queda de cabelo, crescimento de pelos, aumento do clitóris são algumas das reclamações. Uma delas que é irreversível, é a voz engrossada”, afirmou o endocrinologista Cesar Boguszewski, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), em entrevista à Revista Veja.

Chip da beleza: mais risco que benefícios

Além dos danos hormonais, a Sbem ainda alertou que o uso de implantes de gestrinona e outros hormônios androgênicos em mulheres podem provocar efeitos colaterais mais graves.

“O sexo feminino tem um metabolismo diferente e o processo da menopausa age como protetor contra algumas doenças. Com o implante, o organismo muda para um perfil androgênico (mais masculino) e, aí, as mulheres começam a ter risco de colesterol aumentado, doenças cardiovasculares e outros problemas sérios”, disse Cesar nessa mesma entrevista.

Essas consequências, no entanto, surgem a longo prazo. Inicialmente, as substâncias liberadas pelo chip causam uma sensação de bem-estar e induzem ao emagrecimento, o que aumenta a autoestima das mulheres. Mas essa sensação é passageira.

“Dependendo da mistura e das doses administradas, o tal chip pode, por exemplo, mexer com os níveis de insulina e afetar ou sobrecarregar alguns órgãos”, completa o endocrinologista.

“Benefícios” do chip da beleza são favoráveis a um perfil específico de mulheres

Outro fato (não muito comentado) sobre o chip da beleza diz respeito aos efeitos positivos que ele proporciona às mulheres.

Como vimos, o dispositivo recebeu esse nome pelos benefícios estéticos que ele oferece: ganho de massa muscular, aumento de disposição, libido e muitos outros. Porém, de acordo com a ginecologista Ana Lúcia Beltrame, em entrevista ao G1, “o implante de gestrinona não tem como finalidade embelezar ninguém”.

As alterações ditas como positivas são vistas em um perfil específico de mulheres. Estudos observacionais mostraram que o seu ganho estético é favorável apenas a pacientes magras, jovens e com uma rotina ativa de exercícios físicos.

Sem chip da beleza! A solução para se sentir bem e com saúde não é implantada

Como vimos, quem opta por tomar hormônios com fins estéticos geralmente esquece dos perigos que eles oferecem e desejam ter resultados rápidos com o mínimo esforço possível.

Porém, essas pessoas esquecem do principal: a saúde. O preço para se enquadrar nos padrões pode sair caro se atitudes como essas forem tomadas. Por isso, a melhor opção sempre será optar por hábitos saudáveis, como a união entre atividade física e alimentação equilibrada, atitude da qual sempre defendemos e pregamos.

E nisso, nós podemos ajudar. Além dos conteúdos e dicas compartilhadas em nosso blog sobre alimentação e vida saudável, nossas barrinhas de proteína são uma ótima alternativa de lanche que, além de nutrir, são extremamente saborosas.

Conheça as opções em nossa loja, escolha as suas preferidas e dê o primeiro passo para uma vida surreal!

13 de janeiro de 2022 — Talita Camargos