Uma coisa é fato: brasileiro que é brasileiro dificilmente resiste a um bom café pela manhã, após o almoço ou no fim da tarde. Quentinho, gelado, com leite, puro, cremoso, doce ou amargo. Independente da forma como é preparado ou dos ingredientes adicionados, o cafezinho faz parte da nossa vida. 

Como prova disso, uma pesquisa feita pela empresa Jacobs Douwe Egberts (JDE) em 2019 revelou que o café é a segunda bebida mais consumida do país. O que nos leva a pensar que, depois do futebol, ele é a nossa maior paixão nacional.

Essa bebida atravessa o hábito cultural de muitas gerações e sempre nos proporciona momentos de relaxamento e alegria. Mas, ao mesmo tempo, ela carrega uma grande controvérsia: afinal, café faz bem ou mal para a saúde?

Alguns pesquisadores afirmam que a bebida traz sim muitos benefícios. Porém, qual a dose certa para que beneficie o nosso corpo? A partir de quantas xícaras passa a ser excesso e a causar o efeito contrário?

Neste artigo, vamos te mostrar tudo isso! Fique com a gente até o final e saiba como aproveitar apenas os benefícios que a melhor bebida do mundo (ou quase isso) proporciona.

Quantas xícaras de café posso beber por dia?

Café de dia, depois do almoço, durante o trabalho, no fim da tarde e até depois do jantar. Se você é do time dos que tomam de forma excessiva em diversos momentos do dia, é melhor tomar um pouco de cuidado. 

Lembra da máxima de que “tudo em excesso faz mal?” Então, ela vale para esse caso também. Nutricionistas e nutrólogos afirmam que o grão de café é rico em nutrientes importantes para o nosso organismo e, por isso, a sua ingestão é recomendada. No entanto, se consumido em grandes quantidades o efeito passa a ser contrário. 

Para não comprometer a sua saúde, o ideal é ingerir, diariamente, 400 mg de cafeína, o que equivale a três ou quatro xícaras médias de café coado. Portanto, se você está dentro dessa média, não precisa se preocupar. Consumindo essa quantidade os efeitos positivos da bebida serão potencializados.

Então, quando te perguntarem se café faz bem ou mal para a saúde, você já sabe a resposta: depende da dose. Pode dizer que sim e não. Tudo vai depender da quantidade de xícaras que você vai tomar por dia. Se consumido de forma moderada, ele pode trazer muitos benefícios. 

Benefícios do café: para você tomar sem preocupação

Uma pesquisa realizada no Departamento de Nutrição da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard revelou que se consumido moderadamente, o café causa efeitos poderosos em nosso corpo. Por ser rico em nutrientes e conter substâncias antioxidantes, o grão (ingerido na forma líquida ou em outras composições) auxilia o organismo em vários processos.

Dá energia e diminui o cansaço

Não, isso não é mito. A bebida realmente deixa o organismo mais ativo e te dá mais disposição para enfrentar o dia. Tudo graças aos nutrientes presentes no grão de café, que combatem o cansaço e promovem um rendimento maior do nosso corpo.

Além disso, uma das principais funções da cafeína é inibir a adenosina (substância responsável pelo sono) e estimular a adrenalina. Daí o motivo de ficarmos mais alerta  quando tomamos uma xícara de café. 

Para aqueles que gostam de tomar um pouco da bebida antes de treinar, ótimas notícias! A cafeína tem ação termogênica que pode ajudar a melhorar sua performance. Aliada às barrinhas de proteína da Bold, o sucesso nos treinos será garantido. 

Combate os sintomas de depressão

Outros estudos apontam que muito mais que despertar e dar energia para o nosso corpo, a cafeína pode auxiliar a combater os sintomas da depressão. Já foi comprovado por pesquisadores da Harvard Medical School que mulheres que bebem duas ou mais xícaras de café por dia são menos propensas a sofrer da doença.

A pesquisa realizada com mais de 50 mil enfermeiras ainda mostrou que a bebida descafeinada não produz o mesmo efeito. 

Pode evitar o surgimento de células cancerígenas

Se consumido sem excesso, o café pode evitar o surgimento de células cancerígenas. 

De acordo com análises divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a bebida apresenta indicativos positivos contra a aparição e desenvolvimento de diversos tumores que originam o câncer. Câncer de mama, de pele, próstata e cólon estão entre eles.

Acredita-se que esse benefício ocorre pela presença de antioxidantes no café, substâncias responsáveis por combater os radicais livres que contribuem para o desenvolvimento da doença.  

Melhora o intestino

Já aconteceu com você de tomar uma xícara de café e depois de um tempo sentir uma necessidade urgente de ir ao banheiro? Isso é super normal e trata-se de mais um dos benefícios que a bebida proporciona.

O que acontece é que as substâncias contidas nela ajudam a liberar o hormônio responsável por estimular o intestino grosso nos movimentos gástricos. Assim, o consumo do café aumenta as contrações do trato gastrointestinal e induz evacuação dos resíduos para fora do organismo. 

Malefícios do café (se consumido em excesso)

Em contrapartida, exagerar na dose diária pode trazer complicações à saúde ao invés de benefícios. Por isso, não se esqueça de respeitar o limite máximo de 3 a 4 xícaras por dia, distribuídas em três porções: uma de manhã e as outras duas ou três no início e final da tarde. Confira quais os malefícios que o queridinho dos brasileiros pode causar. 

Dificuldade para dormir

O excesso de cafeína, principalmente durante a noite, pode prejudicar o seu sono. Segundo especialistas, quando tomamos café além do recomendado, podemos ter sintomas de ansiedade ou insônia até 15 horas depois.

Pesquisadores da Universidade de Montreal ainda afirmaram que as substâncias da bebida diminuem o sono lento e profundo, ou seja, a fase do sono REM. Esse estágio é um dos mais importantes, pois é quando as memórias, experiências e conhecimentos adquiridos durante o dia são fixados. Quando somos privados dessa fase, aumentam-se os riscos de desenvolver doenças como mal de Parkinson ou mal de Alzheimer e outros problemas de saúde.

Agrava os sintomas de gastrite

Apesar de ainda não ter nenhuma comprovação científica de que a bebida provoca gastrite, pesquisadores já averiguaram que elementos da sua composição alteram a mobilidade do trânsito gastrintestinal.

Isso porque a cafeína é um componente que irrita a região e aumenta a secreção de ácido no estômago. Por não ser metabolizado da forma correta, o ácido provocará os sintomas da gastrite. Assim, pessoas com propensão a ter a doença devem tomar um cuidado maior, uma vez que podem reagir mal à bebida.

Aumenta a frequência cardíaca

O aumento da frequência cardíaca (taquicardia) é outro malefício causado pelo café. De acordo com especialistas, a ação estimulante da cafeína aumenta os níveis de adrenalina e, como consequência, pode provocar palpitações.

A probabilidade de a pressão sanguínea aumentar também é maior, por isso, pessoas hipertensas devem evitar ainda mais o consumo excessivo da bebida.

Causa estresse

Quem já sofre de ansiedade pode ter os sintomas amplificados com a ingestão de muitas xícaras de café ao longo do dia por muito tempo. Por ser um estimulante do sistema nervoso, a cafeína aumenta a produção de adrenalina e cortisol (hormônio do estresse). Seu excesso, então, pode estimular esse mecanismo de resposta e provocar nervosismo.

Como preparar um bom e delicioso café

Agora que você já sabe que café faz bem à saúde (mal, só quando consumido em excesso), o que acha de aprender a preparar o queridinho dos brasileiros de um jeito raiz com coador de pano?

Mas, antes, uma dica importante: dê preferência para o café moído na hora, pois esse tipo de moagem preserva as particularidades de sabor e aroma. Caso você não tenha um moedor manual, existem padarias que vendem essa maravilhosidade em formato de grão. Agora, se liga na receita!

Você vai precisar de:

  • 30 g a 35 g de pó de café moído na hora (para 500 ml de água);
  • Água a 90 ou 96 graus;
  • Coador de pano;
  • Chaleira e uma garrafa térmica.

Modo de preparo:

  1. Coloque o seu coador no suporte sobre a garrafa;
  2. Com a água já na temperatura indicada, escalde o filtro com movimentos circulares e depois descarte o líquido. Esse passo é importante para eliminar toda impureza do filtro;
  3. Feito isso, coloque o pó no filtro, umedeça-o e deixe nessa pré-infusão por alguns segundos. Acredite, isso faz toda a diferença;
  4. Adicione o resto da água com movimentos circulares para coar todo o pó por igual;
  5. Espere até que a água escoe e voilà! Agora é só adoçar com açúcar mascavo, mel, adoçante ou outro ingrediente da sua preferência e se deliciar com o melhor café do mundo. 

E então, o que está esperando para fazer café coado na sua casa? Siga todo o passo a passo para não errar em nenhum passo do processo e, com certeza, o resultado será surreal. Só não se esqueça que para ter todos os benefícios da bebida, o indicado é tomar de 3 a 4 xícaras por dia.

Continue nos acompanhando para mais receitas e dicas saudáveis. 

18 de novembro de 2021 — BOLD Contato