Chantilly, chocolate, cerejas e uma generosa dose de kirsch (destilado de cereja). Só por esses ingredientes já dá para saber da sobremesa que estamos falando, não é?

Popular no Brasil e em vários outros países, o bolo floresta negra é o preferido de muita gente para festas de aniversário e está presente em confeitarias espalhadas por todo o país. O que poucos sabem, no entanto, é que essa sobremesa deliciosa tem origem alemã. Alguns acreditam, ainda, que o bolo recebeu esse nome em referência à Floresta Negra (Schwarzwald), localizada na região sudeste da Alemanha.

Porém, como você verá neste artigo, esse não foi o motivo principal. Preparamos um conteúdo supercompleto sobre essa maravilha em forma de bolo que serviu como inspiração para criarmos o nosso novo sabor de barrinha de proteína. Já adiantamos que a barrinha Bold sabor floresta negra tem tudo para ser a sua preferida.

Quer saber mais sobre o bolo e nosso mais novo lançamento de sabor surreal? Fique com a gente até o final!

Origem do bolo floresta negra: quando e onde surgiu essa delícia

As origens do bolo floresta negra não são muito claras, porém, há algumas teorias bem interessantes sobre quando e como surgiu essa delícia.

Uma das referências mais antigas atribui a sua criação ao confeiteiro Josef Keller, quando trabalhava no Café Agner, em Bad Godesberg, localizada a quase 500 km da Floresta Negra. Josef teria criado a sobremesa em 1915, mas, desde o seu surgimento até 1934, ela era associada somente às confeitarias de alta classe, vendida em diversas cidades da Alemanha, da Áustria e da Suíça.

Após a Segunda Guerra Mundial, em 1949, o doce estava entre os bolos alemães mais conhecidos. Com a fuga de milhares de pessoas que deixaram o país em busca de segurança, a receita começou a se espalhar pelo mundo, até finalmente se transformar no sucesso de hoje.

Mas, e o nome floresta negra?

Diferente do que muitos imaginam, o bolo não recebeu esse nome em referência à Floresta Negra (sim, ela existe!).

Algumas teorias afirmam que a sua nomenclatura foi baseada no licor de cerejas Ginja, muito típico daquela região, também conhecido como Schwarzwälder Kirsch. Esse, inclusive, é o ingrediente que, junto ao toque característico da fruta e ao teor alcoólico, dá sabor ao bolo.

Há ainda quem diga que a sobremesa é inspirada na maneira como as jovens solteiras da região se vestiam na época. Assim, o chantilly branco remetia à cor da manga dos vestidos, o chocolate, o corpo do vestido e, por fim, as cerejas, que representavam o bollenhut, um chapéu com bolas vermelhas usado para indicar o estado civil das mulheres. Interessante, não é?

Mesmo bolo, novas versões

Quando se trata de receitas, variações são normais de região para região, de país para país. Com o bolo floresta negra não é diferente.

A estrutura básica da sobremesa atravessou anos sem qualquer alteração, e, consiste em camadas de bolo de chocolate intercaladas com recheio de creme de chantilly, cerejas e kirsch. Em outros países, como a Áustria, é comum substituir esse destilado por rum. Já nos Estados Unidos, as versões mais populares são preparadas sem álcool.

A versão brasileira do bolo também sofreu algumas modificações. Aqui, estamos acostumados com um sabor mais doce e sem dose alcoólica. Além disso, em algumas receitas são colocados morangos e muitas outras delícias.

Mas, claro, isso não significa que a nossa sobremesa seja inferior à tradicional. Muito pelo contrário. Milhares de pessoas são apaixonadas pela receita “abrasileirada” de floresta negra, não à toa, criamos uma barrinha surreal, inspirada nesse sabor.

Memória afetiva com bolo floresta negra: sabor que lembra a infância

Certos alimentos são capazes de nos fazer lembrar de alguma pessoa especial ou momento da nossa infância, é o caso do floresta negra. 

O bolo, por estar presente em muitos aniversários e ser o preferido de muita gente, também tem esse poder de resgatar uma lembrança lááá do passado. Da época em que você levava para a escola como lanche ou quando sua avó preparava em datas especiais. 

Assim, muito mais que trazer sabor, essa sobremesa pode nos fazer voltar no tempo, alegrar o nosso estômago e confortar o coração com algo muito marcante. 

Bolo floresta negra em uma versão mais saudável, é possível?

É sim, super! Como mostramos, existem várias versões do bolo floresta negra espalhadas pelo mundo, inclusive, versões mais saudáveis. 

Para manter o sabor e a base da sobremesa, em geral, essas receitas apenas substituem alguns ingredientes para opções que proporcionam mais benefícios para o nosso corpo. Você pode, por exemplo, substituir o chocolate da massa e da cobertura por uma versão mais amarga, com 70% cacau. Ou, ainda, trocar a farinha de trigo por uma opção mais leve.

O açúcar também pode ser substituído por xilitol, uma fruta ou ingrediente mais docinho.

Se você tem alguma restrição alimentar ou procura se alimentar de forma mais saudável, é possível adaptar essa gostosura apenas mudando alguns ingredientes. Temos certeza que o sabor ficará tão incrível quanto (ou até melhor) que a versão tradicional.  

Barrinhas Bold sabor floresta negra

Se você, assim como nós, é apaixonado por essa sobremesa alemã deliciosa, temos uma novidade incrível!

Agora você pode adquirir uma barrinha Bold com o sabor único e inconfundível de floresta negra. Nutritiva, macia e cremosa, o snack é composto por uma combinação surreal de morango, nibs de cacau e, claro, proteína.

Assim como nossos outros sabores, a barrinha ainda:

  • É rica em fibras.
  • Não contém glúten.
  • Possui 20 gramas de proteína.
  • Possui zero adição de açúcar.

Ah, e se colocá-la por 15 segundos no micro-ondas, você terá um doce ainda mais cremoso, capaz de te fazer lembrar de bons momentos do passado e de deixar um quentinho no coração.

Experimente hoje mesmo essa barrinha irresistível, saudável e com sabor surreal! Peça pelo nosso site, receba na sua casa ou encontre um estabelecimento que venda nossas delícias e que estejam próximos de você.
23 de dezembro de 2021 — Talita Camargos