Veganos são pessoas surreais. Eles defendem causas necessárias e fazem do estilo de vida uma forma de lutar por um mundo melhor. A alimentação, sem nenhum componente de origem animal, é uma das formas que eles encontraram para diminuir a emissão de carbono. Proteger os animais e lutar por melhores condições de trabalho para a cadeia produtiva, entre muitos outros motivos importantes estão entre os motivos de quem adota essa dieta alimentar.

A maioria deles também não compra nenhum produto que tenha matéria-prima de origem animal, como casacos de pele, roupas de couro. 

Ao contrário do que se pensa, eles podem ser tão saudáveis quanto pessoas carnívoras ou vegetarianas. Um documentário na Netflix, Dieta dos Gladiadores, derruba vários mitos sobre a força e os corpos dos veganos.

Pedro Barros, técnico da skatista Rayssa Leal, o piloto Louis Hamilton e o ator Arnold Schwarzenegger são exemplos que mostram o quanto os veganos podem ser incríveis. Eles têm corpos tão diversos quanto os onívoros.

Uma das preocupações deles é com a quantidade diária de proteína. Como eles podem atingi-la? As barras de proteína vegana são uma excelente opção. Mas não é qualquer barrinha, vamos mostrar o que você deve observar antes de comprar.

1. Quantidade de proteína na barra vegana

A primeira preocupação do vegano sobre a barrinha é se o produto realmente tem quantidades de proteína consideráveis. Em geral, as porcentagens do macronutriente são um pouco menores do que das barras tradicionais. 17 gramas é uma quantidade excelente.

De acordo com o engenheiro de alimentos da Bold, Guilherme Costa Abid, a ingestão diária do macronutriente é de 1,5 gramas por quilo.

A proteína está presente do fio de cabelo até nos órgãos internos, em todos. Esse macronutriente ainda é importante para bom equilíbrio hormonal, coagulação sanguínea e transporte de oxigênio.

Os músculos também são compostos de proteínas. E ficamos em desequilíbrio hormonal se não consumimos as quantidades adequadas do nutriente.

2. Fonte de proteína vegana

É essencial observar quais são os componentes das proteínas da sua barrinha vegana. Na Bold, os blends proteicos levam proteína isolada de arroz, proteína isolada de soja e proteína concentrada de ervilha. 

São fontes proteicas que deixam o macronutriente ainda mais rico, carregado da parte dos nutrientes que esses alimentos possuem.

O vegano costuma ser um especialista em ler rótulos. Assim, fique atento sobre a forma que a proteína é obtida.

3. Equilíbrio com outros macronutrientes

A proteína é tão importante quanto outros macronutrientes — fibra, gordura e carboidrato. Isso porque eles devem ser consumidos em grande quantidade por todos. Claro, de forma balanceada, como todas as outras substâncias.

Dessa maneira, todos devem estar em equilíbrio.

Carboidratos

De acordo com especialistas, eles devem representar cerca de 50% das calorias totais. São a principal fonte de energia do corpo humano e a única do cérebro. Mas a preferência deve ser pelos carboidratos complexos e, de preferência, por alimentos ricos em fibra. Essa combinação garante maior saciedade, além de uma absorção mais lenta da glicose no organismo.

Fibras

Elas são compostos vegetais que não são digeridos pelo organismo. As fibras passam quase intactas até o intestino e são eliminadas nas fezes. A glicose (açúcar) e colesterol são absorvidos em menor quantidade quando há fibras na refeição ou lanche. Esse macronutriente também contribui para melhor microbiota e trânsito intestinal.

Em barras de proteína veganas com fibras, o carboidrato será digerido de forma mais lenta e sua saúde intestinal tende a melhorar.

As barrinhas da Bold têm 4 gramas de fibras.

Gorduras

Elas estão na lista dos terroristas nutricionais. No entanto, são essenciais para o corpo humano na quantidade correta. É na presença de gordura que os hormônios são produzidos. 

As fibras também são fonte de micronutrientes como A, D, E, K e ômega 3. Junto aos carboidratos, fornecem energia para o corpo.

A gordura mais saudável é a insaturada, a única consumida por veganos em maior quantidade, já que as demais, trans e saturada, vêm de fontes animais — carnes, leites e derivados.

O ideal é que a barra vegana não tenha gordura trans, a única que os especialistas pedem para evitar consumir a qualquer custo.

4. A barra de proteína vegana é gostosa?

Veganos sabem, é possível se alimentar de forma surreal sem produtos de origem animal. Com a barrinha, não pode ser diferente, eles merecem sabores tão incríveis quanto as outras pessoas. Nada de gosto de xarope na boca ou aquela coisa sem gracinha, insossa.

Nós pensamos com carinho nos veganos. As opções são como as tradicionais: mais parecem o seu doce favorito.

Assim, vai ficar mais fácil atingir a quantidade de proteínas diárias, sem sofrimento animal, como vocês defendem e merecem.

Barras de proteína vegana Bold

Nosso time brilhou ao desenvolver as barras de proteína veganas. Por enquanto, temos dois sabores:

Gosta de ambas? Você pode comprar a caixa mista vegana, com os dois sabores.

Elas cumprem todos os requisitos abordados ao longo desse artigo. A barra de brownie vegano fica delicioso após 15 segundos no micro-ondas.

E se você não é vegano, vale a pena experimentar para derrubar o mito de que alimento bom só é possível com ingredientes de origem animal.

Os destaques da nossa barra de proteína vegana são as 17 gramas de proteína, 4 de fibras, 0 gordura trans, 0 adição de açúcar e uma explosão de sabor.

Veja onde as barras veganas Bold são vendidas ou compre em nossa loja on-line agora!

18 de novembro de 2021 — BOLD Contato