.
Pular para o conteúdo
1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

1ª COMPRA COM FRETE GRÁTIS

🌟

UTILIZE O CUPOMPRIMEIRACOMPRA

🌟

Pilares da vida saudável: treinos, sono, controle do estresse e alimentação

Sempre ouvimos falar sobre a importância de seguir um estilo de vida saudável para vivermos bem e de forma plena. Mas, o que significa ser saudável, afinal?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), não se trata apenas da inexistência de doenças. Também não está relacionada a uma alimentação restrita ou a treinos muito intensos, como muitos acreditam. O conceito está mais associado ao bem-estar físico, mental e social do indivíduo. Isto é, estar bem consigo e com o próximo.

Nos últimos anos, centenas de pesquisas mostraram os benefícios de ter uma vida ativa, fazer boas escolhas à mesa, cuidar do nosso sono e controlar o estresse. A união de todas essas decisões que tomamos diariamente forma o nosso estilo de vida.

Podemos dizer que esses são, na verdade, os quatro pilares da vida saudável. Neste artigo, mostramos porque devemos colocá-los em prática e como incluí-los à nossa rotina, sem extremismos ou neuras. Acompanhe!  

Afinal, o que é ter uma vida saudável?

Quando você pensa em vida saudável, qual imagem vem à sua mente? Uma pessoa com corpo escultural, que passa horas na academia e se alimenta apenas de salada e comidas fit?

Se essa é a ideia que você tem sobre saúde, saiba que está muito enganado (a). Ser saudável é muito mais do que deixar de comer algo que você goste apenas por não ter os ingredientes que fazem bem à saúde.

Para nós, ela está mais associada aos pensamentos e atitudes que deixam o nosso corpo e mente dispostos e em equilíbrio. Na prática, estamos falando de comer bem, cuidar do nosso sono, manter uma rotina de exercícios físicos, ter bons relacionamentos e driblar o estresse.

Não falamos de praticar exercícios físicos os sete dias da semana, ou evitar comer doces, ou outras delícias que tanto gostamos. Ser saudável nada mais é do que adotar novos hábitos e fazer boas escolhas no seu dia a dia, visando sua saúde, bem-estar e felicidade.

Os pilares para uma vida saudável

Como mostramos, ter uma vida saudável não significa seguir um fator isolado. Trata-se, na verdade, de um conjunto de atitudes e comportamentos que melhoram a nossa saúde e interferem positivamente no nosso bem-estar.

Esses são o que chamamos de pilares da vida saudável, os quais você saberá quais são e como praticá-los nos próximos tópicos :)

1. Exercícios físicos regulares

O primeiro pilar da vida saudável não poderia ser outro. Sempre ouvimos que manter o corpo em movimento é fundamental para ter saúde, tanto física quanto mental.

Pesquisas científicas mostram que pessoas fisicamente ativas apresentam menor risco de desenvolver distúrbios mentais, como ansiedade e depressão, do que indivíduos sedentários. Além disso, se realizados frequentemente, os exercícios físicos podem proporcionar diversos benefícios:

  • Fortalecimento dos músculos.
  • Reduz os riscos de hipertensão e diabetes.
  • Previne doenças cardiovasculares e crônicas.
  • Melhora a qualidade do sono (outro pilar da vida saudável).
  • Reduz o excesso de peso.
  • Evita o surgimento de alguns tipos de câncer (de bexiga, mama, pulmão e estômago).
  • Outros.

E não, não pense que para desfrutar de todas essas vantagens é necessário passar horas na academia ou fazer treinos intensos todos os dias. De acordo com a OMS, pessoas adultas (de 18 a 64 anos), devem praticar, pelo menos, 150 a 300 minutos de atividades físicas por semana, o equivalente a uma hora de exercícios ao longo de cinco dias ou 40 minutos diários.

Já para quem opta por fazer treinos mais intensos, recomenda-se 75 ou 150 minutos semanais.

Dicas para se exercitar e deixar o sedentarismo de lado

Apesar de todos os benefícios oferecidos pela prática regular de exercícios físicos, é grande o número de pessoas que ainda não adotaram esse hábito na rotina. Seja por não ter encontrado algum esporte que goste de fazer, por falta de tempo ou motivação.

Segundo a OMS, o sedentarismo já é considerado um dos "males do século”, ocupa o quarto lugar na lista dos maiores fatores de risco do mundo. Sabemos que sair dessa condição nem sempre é fácil, por isso, separamos algumas dicas que podem ajudar.  

Faça algo que você goste

Nem todos sabem, mas é possível associar a prática de atividade física como algo divertido e agradável. Para isso, é necessário encontrar algo que você mais goste e te dê prazer.

Se você não curte musculação, por exemplo, pode tentar fazer treinos aeróbicos, como corrida, ciclismo e natação. As possibilidades são muitas, mas, se ainda assim você não se identificar com nenhuma atividade, resgate na memória o que você gostava de fazer quando pequeno (a). Essa pode ser a sua modalidade preferida.

Coloque os exercícios como prioridade e se organize

Se praticar exercício físico não está na sua lista de tarefas semanal, é porque ela ainda não é uma prioridade na sua vida. Por isso, separe um horário do seu dia para se dedicar exclusivamente ao treino. Organize a sua rotina para que você consiga separar esse tempo para cuidar da sua saúde.

Respeite os limites do seu corpo

Toda mudança de hábito precisa ser feita aos poucos, respeitando as suas necessidades e os limites do seu corpo. Não comece com treinos intensos, todos os dias da semana. Vá aos poucos, até onde você e seu corpo conseguem.

2. Sono de qualidade

Tão importante quanto manter uma rotina regular de exercícios físicos é ter um sono reparador e de qualidade.

Apesar de toda a sua complexidade, o corpo humano não é uma máquina e, portanto, precisa repor suas energias pela alimentação e pelo sono. Estudos indicam que, enquanto dormimos, além de descansar, o nosso corpo trabalha para manter o equilíbrio do sistema imunológico, endócrino, neurológico e muitas outras funções, como:

  • Reduzir o estresse.
  • Diminui os riscos de desenvolver doenças cardiovasculares e diabetes.
  • Melhora o humor e a sociabilidade.
  • Aumenta os níveis de concentração.
  • Consolida a memória.
  • Evita o surgimento de transtornos mentais.
  • Outros.

Como dormir bem 

Sempre ouvimos que o ideal é dormir, em média, oito horas por dia para que o corpo consiga descansar completamente. Mas, sabemos que nem todos conseguem ter um sono reparador.

Felizmente, adotar alguns hábitos durante o dia e antes de dormir podem ajudar muito nesse sentido. Veja como você pode aproveitar melhor as horas de sono com algumas dicas simples.

  •  Evite alimentos estimulantes antes de se deitar.
  • Mantenha um horário regular para dormir e acordar.
  • Procure finalizar seu dia algumas horas antes de dormir.
  • Crie um ambiente propício ao sono.
  • Evite pensar em problemas e preocupações do dia a dia quando estiver na cama.

3. Controle do estresse

Outro pilar essencial para manter a saúde em dia é ter controle sobre o estresse. Segundo a OMS, o estresse é uma epidemia que atinge 90% da população mundial. Trata-se de uma resposta espontânea do nosso organismo quando somos submetidos a situações de perigo ou ameaça, provocando alterações físicas e emocionais.

O estresse é um processo natural e necessário à adaptação aos novos acontecimentos do cotidiano, mas, em maior grau, pode causar danos capazes de afetar todo o funcionamento do nosso corpo. Hipertensão, dores no peito, taquicardia e insônia são apenas alguns dos problemas causados por ele. 

Sabemos que essa tensão pode ser provocada por excesso de pressão no trabalho, perda de um familiar, término de namoro, preocupação com trabalhos da faculdade e muitas outras razões. Mas, hoje, existem técnicas de relaxamento com eficiência comprovada para reduzir os níveis de tensão e evitar a sua evolução para um quadro mais grave.

Assim, quando passar por alguma situação estressante, procure respirar e expirar lentamente, além de relaxar a musculatura. Falar com pessoas de confiança sobre seus problemas e medos, não ser tão exigente consigo, praticar exercícios físicos e ter momentos de prazer também pode ajudar a controlar a tensão.

4. Alimentação saudável

Por fim, mas não menos importante, a alimentação saudável. Podemos dizer que esse pilar é a base de todos os outros. Afinal, sem uma alimentação equilibrada e nutritiva, dificilmente você conseguirá ter boas noites de sono e controlar situações estressantes. Até mesmo se exercitar se torna mais difícil sem a ingestão correta de alimentos.

Uma alimentação saudável não significa  seguir um cardápio super restritivo ou consumir apenas alimentos fit, como saladas, frutas e comidas com pouco sabor. 

Comer bem é comer de tudo, mas com equilíbrio e muito prazer. Uma alimentação saudável, de verdade, deve ter tudo o que o seu corpo precisa para funcionar de forma plena: proteína, fibra, carboidrato, gordura, vitaminas e sais minerais. Assim, o ideal é que você:

  • Monte pratos coloridos, com verduras, legumes e proteínas.
  • Coma frutas, legumes e hortaliças no seu dia a dia.
  • Consuma menos embutidos e processados.
  • Diminua o consumo de sal e açúcar. 
  • Beba muita água todos os dias.

Percebeu como os pilares da vida saudável andam lado a lado? Cada um é capaz de nos proporcionar benefícios diferentes e, juntos, eles nos oferecem uma vida melhor e mais longa.

Por isso, não deixe de adotá-los à sua rotina e de compartilhá-los com seus amigos e familiares. Dessa forma, você também os incentiva a adotar hábitos saudáveis.

anterior
próxima

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.